domingo, 13 de abril de 2014

QUATRO TIPOS DE MENTALIDADE


Gn 22:1-14

Introdução:
.A história descrita neste capítulo 22 do Livro do Gênesis,     é uma das mais maravilhosas de toda a Bíblia.

.É maravilhosa por Duas  razões principais:
1ª.) Porque esta história nos reporta ao Calvário e ao amor de Deus por nós – Jr 31.3;  Jo 3.16;  13.15;  Rm 5.8;  Gl 2.20
- Ilustração: “...Deus um dia diz a Abraão:  Vou dar meu único filho em sacrifício para salvar o homem...Abraão pergunta:...Mas, como isto será possível...Deus é espírito...Deus tem um filho...e vai dar seu filho...”

2ª.) Porque esta história nos ensina o que significa a verdadeira Adoração.   Porque todos os requisitos do verdadeiro adorador, nós encontramos aqui neste relato de Abraão indo ao sacrifício no Monte Moriá.

.E nesta perspectiva – quero vos pregar nesta noite sobre QUATRO TIPOS DE MENTALIDADE:

1.  MENTALIDADE DE ABRAÃO      (como é...)

a)   Conhece a Deus como seu Deus – Gn 17.1; Os 6.3;  Jr 9.23,24


b)   Sabe que Deus é seu melhor amigo – 2 Cr 20.7; Is 41.8; Tg 2.23......Gn 18.17.............


c)    Discerne a voz de Deus e obedece Gn 22.1  “Eis-me aqui...”
- Adoração no Hebraico:  “Não curvar-se diante de um soberano,  mas, submeter-se a Ele”
- Quanta gente que diz que adora a Deus, mas, não lhe obedece...Pensam que Adoração é só um momento de culto.
- O que Deus pediu a Abraão foi algo que exigia a maior das renúncias...Mas, Ele entregou tudo a Deus...
- 1 Sm 15.22;    At 5.29;    Rm 6.16


d)  Sabe o que significa Adorar a Deus:
- Primeiro:  Abraão prioriza a Deus – Gn 22.1

- Segundo:  Abraão sobe...(Não se adora sem subir às regiões celestiais – Ef 2.6; 1.3;   Ap 4.1,2)

-Terceiro:  Abraão vai adorar a Deus e leva o cutelo – (arma cortante) – Não venha adorar sem a Palavra - Leve a Palavra...só ela pode dilacerar e cortar o mais profundo do coração – Hb 4.12,13

-Quarto:  Abraão vai adorar e traz lenha – (aquilo que pode queimar) – Venha adorar e traga tudo o que queima... Idéia de capacidade, soberba, cátedras, diplomas, status, influência...

- Quinto:  Abraão traz fogo de casa
Note que ele não acende o fogo, quando chega lá em cima.  O fogo ele traz de casa.
Crente que reclama da igreja...do culto...da música...do pregador...    – Conselho do Espírito Santo: Traz fogo de casa...

- Vamos ao segundo tipo de mentalidade:


2.     MENTALIDADE DE ISAQUE  (Como é esta mentalidade...)

a)   A mentalidade de Isaque é a mentalidade da disposição voluntária para servir
- Isaque ao ser chamado já foi pondo a lenha nas costas...e com prontidão, seguia seu pai.



b)  A mentalidade de Isaque é a mentalidade humilde.
- Isaque podia reclamar o peso da lenha...Não reclama...é para Deus...vou carregar...vou levar...vou fazer...

c)    A mentalidade de Isaque é a mentalidade de obedecer, mesmo muitas vezes não entendendo...
- Isaque podia não estar entendendo...Porque deve ter entrado em conflito...Pois, o cordeiro (matéria prima do sacrifício) não estavam levando.
- Isaque representa o crente que apesar de não estar entendendo o que Deus está fazendo...Mas, obedece!
- Rm 8.28;  Jo 13.7....

d)  A mentalidade de Isaque é a mentalidade do ir junto – da união e da unidade com os irmãos
Gn 22.6  “E foram ambos juntos...”
- Crentes que não tem a mentalidade de Isaque não querem união, vivem em contendas, vivem isolados – Sl 133.1-3


3.     MENTALIDADE DE JUMENTO
Gn 22.3 – fala um jumento que entra na história do sacrifício

a)   A mentalidade de jumento é a mentalidade fechada, sem entendimento – Lc 24.25;  Rm 12:1-3

b)  A mentalidade do jumento é mentalidade do orelhudo
- Representa aquele que gosta do leva e trás...Gosta de ouvir a miséria dos outros...fofóca...  


c) A mentalidade de jumento é a mentalidade da teimosia
- O jumento é tido como o animal mais teimoso que se tem notícia
- Salmo 32.9   “Não sejas como a mula (o jumento) que não tem entendimento.”


4.     MENTALIDADE DE ESCRAVO
Gn 22.3  - Nos diz que dois escravos entram na História do Sacrifício

a)   Primeiro:  A mentalidade de escravo não entende o plano do Senhor
- Imaginem: Se aqueles escravos ficam sabendo o que Abraão estava indo fazer...Pensariam: O patrão edoidou... ta louco...Onde já se viu isto...
- Tudo porque...mentalidade de escravo, não entende os mistérios de Deus – Mt 11.25;  1 Co 2.9,10

b)   Segundo:  A mentalidade de escravo não entende o que significa Generosidade e Liberalidade.
- Porque é uma mentalidade mesquinha, miserável:

.Ilustração: (Serviço social e a mente de escravo...SAL – doações em uma Igreja:   GUARDA CHUVA SEM PANO – VENTILADOR SEM HÉLICE.....

c)    Terceiro:  A mentalidade de escravo é uma mentalidade mesquinha – Não consegue pensar grande, não sonha os sonhos de Deus – Jr 33.3


Concluindo:

1º.) QUEM PODE SUBIR AO MORIÁ...
- Abraão e Isaque sobem – (Quem tem estas mentalidades podem adorar a Deus – Jô 4.23,24)

- Mas,  o jumento e os escravos – Foram proibidos de subir
- Mentalidade de jumento, mentalidade de escravo...ficam no sopé da montanha....Só os crestes Abraãos e Isaques podem ver a Face de Deus

2º.) Escravo não adora -  E, por que não adora... – Resp: Uma mente escravizada, presa...cativa pelo pecado

3º.) Jumento não adora – Porque não existe nele entendimento... Não se pode adorar a Deus sem conhece-lo.

4º.) Senhor, dá-nos hoje a mentalidade de Abraão – Mentalidade de adorador por excelência que sabe priorizar o Senhor
- Ilustração: (Ilustração:  Irmão em pé – quando faz aniversário.....)

5º.) Senhor, dá-nos a mentalidade de Isaque.  Uma mentalidade de coração submisso e humilde....


-O Senhor hoje...levantou-se do seu trono...veio pelos corredores do seu palácio...parapeito da eternidade, e olhou para o planeta terra....e bradou: Encontrei! Encontrei....adoradores....

Pastor Marcos Antonio

sábado, 5 de abril de 2014

DESENVOLVENDO A CULTURA DA BENÇÃO




"E eis que Boaz veio de Belém, e disse aos seus segadores:  O Senhor seja convosco.  E disseram-lhe eles:  O Senhor te abençoe.
Rute 2.4

1.       BOAZ  PERTENCIA A UMA  FAMILIA ABENÇOADA

·         Ele vinha de uma linhagem de gente crente, temente a Deus
·         Rt 2.1   
·         Como toda linhagem israelita (Cada família era ensinada a abençoar)
·         O antigo e bom costume de abençoar nossos filhos
·         Ilustração:  É perigoso não receber uma benção ministrada – Lc 15 – O filho pródigo saiu de casa sem uma benção ministrada.

2.       O PODER RECEBIDO É A OPORTUNIDADE DE DEUS PARA QUE  ABENÇOEMOS

·         Veja como Boaz era poderoso e rico – Rt 2.1
·         Quanto mais rico e poderoso, mais humilde
·         Quanta gente, que começa a subir um pouco, o nariz já empina, são prepotentes, arrogantes, e começam a pisar nos outros
·         Sinais de sua humildade:
a)      Primeiro:  Como Patrão chega no trabalho, e lembra com carinho de seus empregados – Rt 2.4
b)      Segundo:  Como rico, reparte sua benção com os menos favorecidos – Permite que Rute colha espigas após os seus ceifeiros – R t 2.2,3-29

3.       DESENVOLVA A CULTURA DA BENÇÃO

·         Note que cada vez que Bíblia fala de Boaz – ele aparece abençoando
·         Boaz veio a esta Terra para ser canal de bênçãos na vida das pessoas
·         Seja uma benção na tua família – no teu trabalho – para teus vizinhos – para a sociedade – para tua igreja

·         Quem desenvolve a cultura da benção, gera pessoas que irão imitá-lo – Rt 2.4


Pastor Marcos Antonio

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

SETE CONDIÇÕES PARA SER UM ADORADOR POR EXCELÊNCIA


Isaías 6.1-9

Nesta introdução:  Quero destacar dois fatos de suma importância:

Primeiro: - Que Deus tem sempre uma surpresa para quem vem a sua casa  (Isaías vem ao templo e não esperava...que Deus já o esperava)

Segundo: - Que o Senhor quer que cada um de nós seja um adorador por excelência.   E, como revelou a Isaías, a receita, os requisitos de como adorar a Deus na beleza de sua Santidade – Também, nos revela pela sua Palavra hoje:    SETE CONDIÇÕES PARA SER UM ADORADOR POR EXCELÊNCIA

1. NÃO POSSO SER UM ADORADOR ENQUANTO UZIAS ESTIVER NO TRONO – Is 6.1

a)     Isaías era parente do rei Uzias.  Provavelmente era primo em primeiro grau.  Não possuía apenas laços sanguíneos – mas, tinha fortes laços de dependência.  Para Isaías, o rei Uzias era o seu porto seguro.  Sua estabilidade econômica, etc

b)    Naquele ano ocorre o que Isaías não queria:  Morre o rei Uzias...   E, agora....como vão ficar as coisas....E, agora...o que será de mim...

c)     Então, ele é tocado para ir ao Templo – (Assim como você nesta noite...)

d)    Chegando ao Templo, o profeta Isaías é impactado na chegada com duas visões:
.a primeira visão:  A visão do trono vazio   (O rei morreu)
.a segunda visão:  A visão do trono ocupado (O Rei dos reis que vive para sempre e está no controle de tudo)

e)  Não podemos ver a glória de Deus, não podemos tem comunhão com Ele, não podemos ver a sua Face – Até que o nosso Uzias morra...    Qual tem sido o Uzias que está no trono do teu coração...


2. NÃO POSSO SER UM ADORADOR ENQUANTO FOR SOBERBO
Is 6.2   Os serafins estavam acima dele; cada um tinha seis asas: com duas cobriam os seus rostos...

a)     Aqui temos lição de adoração a Deus – Os serafins ao cobrirem o rosto diante do Senhor, estavam dizendo com esta atitude:  Diante de Ti, só Um aparece...nós desaparecemos.

b)    O fariseu (soberbo)  o publicano (humilde) – Lc 18

c)     Você já notou que o crente que dá mais fruto é o que menos aparece...


d)   Você sabia que a soberba entorpece, embriaga...                           -    
.Tg 4:6   “Antes dá maior graça.  Portanto diz: Deus resite aos soberbos, dá, porém graça aos humildes.”
.Tg 4:10   “Humilhai-vos perante o Senhor, e Ele vos exaltará.”
.1 Pe 5:6   “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que, a seu tempo, vos exalte.”
.Lc 18:14   “Porque qualquer que a si mesmo se exalta, será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado.”
.Pv 11:2   “Vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria.”
.Pv 16:18    “A soberba precede a ruína, e a altivez de espírito precede a queda.”


3. NÃO POSSO SER UM ADORADOR SENDO IRREVERENTE
Is 6.2     “...com duas asas cobriam os pés...”

a)    Não se pode separar Adoração de Reverência
Gn 18.1,2 (Abraão se curva para adorar)
- Js 5.13-15 (Josué, junto a Jericó) 
- O Céu nunca separa ADORAÇÃO de REVERÊNCIA –             Ap 4.10,11  (os 24 anciãos fazem 3 coisas: Prostravam-se..Adoravam ao que vive para sempre e Lançavam suas coroas diante do Trono...)

b)     Is 6.2 “...com duas asas cobriam os pés...” – Fala de reverência diante do Senhor – Ec 5.1  “Guarda o teu pé quando entrares na Casa de Deus,  e inclina-te mais a ouvir do que a oferecer sacrifícios de tolos...”

c)     Momento da Leitura da Palavra e pregação – se movimente somente em caso de necessidade.     Já vi pessoas virarem as costas para o altar antes da benção apostólica (repito:  salvo por extrema necessidade).     Estamos na geração dos tablets e celulares de última geração...Mas, na hora do culto navegar no FACE...é irreverente!


4. NÃO POSSO SER UM ADORADOR SENDO PREGUIÇOSO
Is 6.2   “...e com duas asas voavam.”

a)    Quais são os 7 pecados capitais...
1. Luxúria: apego e valorização extrema aos prazeres carnais, à sensualidade e sexualidade; desrespeito aos costumes; lascívia.
2. Gula: comer somente por prazer, em quantidade superior àquela necessária para o corpo humano.
3. Avareza: apego ao dinheiro e a bens materiais de forma exagerada
4. Ira: raiva contra alguém, vontade de vingança.
5. Soberba: manifestação de orgulho e arrogância.

6. Vaidade: preocupação excessiva com o aspecto físico para conquistar a admiração dos outros.

7. Preguiça: negligência ou falta de vontade para o trabalho ou atividades importantes.

b)     A Bíblia condena a preguiça:  Pv 6.6,9....Pv 24.29,30... 
  
c)    Rm 12.11 – Não sejais vagarosos no cuidado, mas fervorosos...

5. NÃO POSSO SER UM ADORADOR ENQUANTO MEU LOUVOR TIVER SENTIDO HORIZONTAL
Is 6.3    “E clamavam uns para os outros, dizendo:  Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos:  Toda Terra está cheia da sua glória.”

a)     Está se cantando como nunca se cantou ao redor da Terra.  Mas o louvor tem sido mais no sentido horizontal – Se canta mais para o povo...  (Ilustr.  Cantores que dizem:  Canto para o povo...o que o povo gosta)...

b)    Tenhamos em mente que a palavra culto significa: Homenagem...  E, quando homenageamos alguém – publicamos as virtudes do homenageado:
- Então minh´alma canta a Ti Senhor
- Tu és Fiel Senhor, Tu és Fiel Senhor
- Ó amante da minh´alma,  Tu és tudo para mim...

c) Outro fato a considerar é que muitas vezes se canta, se celebra mas não se ama o Senhor.


6. NÃO POSSO SER UM ADORADOR ENQUANTO NÃO CONFESSAR QUE SOU PECADOR
Is 6.4-7  “E os umbrais das portas se moveram com a voz do que clamava, e a casa se encheu de fumaça.   Então disse eu: Ai de mim, que vou perecendo! Porque sou homem de lábios impuros e habito no meio de um povo de impuros lábios:  e os meus olhos viram o Rei,  o Senhor dos Exércitos!.  Mas um dos serafins voou para mim trazendo na sua mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz;   e com ela tocou a minha boca, e disse:  Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniqüidade foi tirada, e purificado o teu pecado.”

a)    Nossa adoração não é aceita por Deus quando nos achamos mais santos que os outrosLm 3.39  “De que se queixa pois o homem vivente...Queixe-se cada um dos seus pecados.”
- Note que Isaías estava assim: Apontava o pecado de todo mundo: (vd..Is 5........).........Mas, naquele dia marcado na agenda de Deus para a transformação dele...Ele vê o Senhor no Trono e grita: “AI DE MIM...AI DE MIM QUE VOU PERECENDO!!!”

b)- 1 Jo 1.7-9 
- Sl 32.3-5   “Enquanto  eu me calei envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia.   Porque de dia e de noite a tua Mão pesava sobre mim;  o meu humor se tornou em sequidão de estio.     Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri.  Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas trangressões, e tu perdoaste a maldade do meu pecado.
- Pv 28.13 


7. NÃO POSSO SER UM ADORADOR ENQUANTO NÃO ME RENDER TOTALMENTE À VONTADE DE DEUS
Is 6.8   Depois disto ouvi a voz do Senhor,  que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós...
Então disse eu:  Eis-me aqui, envia-me a mim...”

a)     Não existe ADORAÇÃO – sem  EIS-ME AQUI

b)     ADORAÇÃO (Hebraico) significa: Curvar-se e submeter-se


c)     O grande problema nosso é que louvamos, cantamos e até celebramos mas não o obedecemos – A maioria dos cristãos vive uma vida cristã onde o reinado de Cristo na vida – tem regime parlamentarista.  Semelhante a Inglaterra – Tem rainha (que reina, mas não governa...)

Pastor Marcos Antonio
Sermão pregado na Assembléia de Deus 
Ministério Ágape
Curitiba, Pr

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

O AVIVAMENTO NÃO DEPENDE DE AMULETOS


a)  Amuleto – é um pequeno objeto que alguém possui, e que acredita que o mesmo tem o poder mágico de afastar desgraças e malefícios,  bem como proteger e abençoar seu portador.       
- A palavra  “amuleto” vem do árabe, e significa:”algo que se pode carregar”
- A idéia que amuletos trazem benção e proteção – é milenar.


b)    1 Sm 4:1-10   (Lições):

           1ª.) Facilmente os homens substituem Deus por objetos

           2ª.) Diante da derrota diante dos filisteus – E a morte de 4 mil soldados.      Israel tenta buscar explicação para a tragédia – 1 Sm 4:3

           3ª.) Israel enganou-se quando creu mais no objeto(ARCA), do que no Deus da Arca – 1 Sm 4:3   “Tragamos de Siló a Arca do Concerto do Senhor, e venha no meio de nós,   para que nos livre da mão de nossos inimigos.”
- A Arca tem um poder mágico, ela nos dará vitória
- Israel errou em pensar:   “Perdemos tantos homens, tanta gente morreu,  fomos derrotados,  porque a Arca não está presente...É isso!”

4ª.) 1 Sm 4:3   note o que Israel disse:   “para que nos livre da mão de nossos inimigos...”   -    E, desde quando um objeto tem poder de abençoar e proteger...

.Não foi a vara que abriu o Mar,  mas, Deus
.Não foi o forte sonido das trombetas que derrubou Jericó,  mas, Deus que mandou tocar as trombetas
.Não foi a pedrinha que derrubou o gigante,  mas, o Deus que cravou a pedra na testa do gigante.
.Não foram as águas do Jordão que curaram Naamã – Mas, o Deus de Eliseu que o mandou mergulhar lá sete vezes.

5ª.) Quando um símbolo passa a ser adorado, a idolatria está instalada

- Lutero ao combater a idolatria da Igreja Católica, disse em uma de suas de Teologia aos seus alunos:    
Fui a Roma e comprei indulgências...   Por 1 florim de prata, livrei o meu avô do Purgatório.   Pelo dobro (2 florins), teria livrado minha vó e meu tio, mas me faltaram dinheiro, e eles continuaram por lá.
Encontrei no Vaticano – Tantos pregos que cravaram Jesus na Cruz, que dariam para ferrar todos os cavalos da Saxônia.
Dos 12 apóstolos = 18 estão enterrados na Espanha
Aqui em Wittemberg (Alemanha), temos o pão da Última Ceia,  leite da Virgem Maria e a coroa de espinhos de Jesus.

- E, nós Igreja Evangélica no Brasil como estamos diante desta milenar realidade ?

.Não devemos ignorar qual é o pano de fundo da história religiosa do povo brasileiro:   CATOLICIMO ROMANO +  CULTOS AFROS + ESPIRITISMO KARCECISTA E  PAJELANCIA INDIGENA

.Crentes que acreditam no poder dos amuletos:
- Travesseiro ungido para insonia
- Água abençoada sobre o rádio
- Bala ungida para criança levada
- Rosa ungida,    sal grosso,  gallho de arruda

6ª.) A tendência natural do homem é crer que o Carisma está acima do caráter -   
1 Sm 4:4   “Enviou, pois, o povo a Siló,  e trouxeram de lá a Arca do Concerto do Senhor dos Exércitos,  que habita entre os querubins,  e os dois filhos de Eli,  Hofni e Finéias, estavam ali com a Arca do Concerto de Deus.”
- Notaram com quem estava a Arca ?  Com dois homens corruptos

- 2 homens de péssimo testemunho

- Os dois pensaram:   Tudo beleza, não importa do jeito que nós vivemos;   temos a Arca...tá tudo resolvido...tá tudo bem...


- Deus não me abençoa por causa do carisma da Arca,  mas pelo meu sincero  proceder diante dEle.

Pastor Marcos Antonio

MOISÉS SE ASSEMELHOU A CRISTO EM MUITOS ASPECTOS



a)    Ambos foram ameaçados de morte e escondidos durante determinado período da infância  (Ex 2.2-3) (Mt 2.16; Lc 2.7)

b)    Ambos tiveram berços estranhos:  Moisés (um cestinho de juncos – Ex 2.3)  Jesus (uma manjedoura – Lc 2.7)

c)    Ambos tiveram pais adotivos (Ex 2.9,10) (Mt 1.18,25)

d)    Ambos foram libertadores (Ex 3.7-10) (Jô 8.36)

e)    Ambos jejuaram 40 dias  (Ex 28.18) (Mt 4)

f)     Ambos enfrentaram terríveis impérios:  Moisés, o de Faraó (Ex 17.11) e  Jesus (O império das Trevas)

g)    Ambos foram edificadores da Casa de Deus:  Moisés, edificou o Tabernáculo  (Ex 33.7),  e Jesus edificou a Igreja (Mt 16.18)

h)    Ambos são chamados na Bíblia de mediadores. (Gl 3.19)  (1 Tm 2.5)

i)      Ambos receberam por esposa – Esposas gentias.   Moisés – Zípora,  filha de Jetro.    Jesus – a Igreja – Efésios 3.6   A saber,  que os gentios são co-herdeiros, e de um mesmo corpo, e participantes da promessa em Cristo pelo Evangelho.

j)      Ambos foram instrumentos da demonstração do poder de Deus sobre o mar  (Ex 14.21)  (Mt 8.26)

k)    Ambos foram grandes intercessores (Ex 32.20,25)(Hb 7.25)


l)      Ambos deixaram posição elevada para sofrer pelo povo  (Hb 11.23-29)   (Fp 2.5-8)


Pastor Marcos Antonio

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

APRENDENDO COM OBEDE-EDON A PRIORIZAR A PRESENÇA DE DEUS


1 Crônicas 13.7-14

Introdução:

ü Você sabia que a Arca da Aliança – sempre representou a Presença de Deus no meio de seu povo...

ü A Arca foi construída por ordem divina...Com o objetivo de receber sobre si o sangue do cordeiro(no propiciatório)...e por conseguinte a glória de Deus...

ü Muita reverência e muito cuidado sempre Israel teve com a Arca.

ü 1 Crônicas 13 – nos revela claramente que:

A PRESENÇA DE DEUS PODE SER BENÇÃO
OU PODE SER MALDIÇÃO:

ü Abençoou o povo de Israel ao entrar em Canaã – Js 3

ü Abençoou a Abinadabe – 1 Cr 13.7

ü Abençoou a Obede-Edon – 1 Cr 13.13,14

ü Mas, foi maldição para os filisteus – 1 Sm 5

ü Foi, também maldição para Uzá – 1 Cr 13.9-11

ü ... Quantos aqui hospedariam na sua casa a Arca de Deus... (pensem...)

ü Obede-Edon podia ter pensado:   “....Bem, se a Arca matou um israelita (do povo de Deus)... quanto mais eu que não sou israelita...  serei desintegrado...”

ü Mas, Obede-Edom não pensou assim...Mas, desejou ardentemente a Presença de Deus.

ü Mantenha sua Bíblia aberta...e caminhemos pelo texto – e recebamos o que Deus quer nos ensinar:

1.     A PRESENÇA DE DEUS FICA ONDE É BEM VINDA
1 Cr 13.14   “Assim, ficou a Arca de Deus com a família de Obede-Edom...”

ü O Senhor não força a porta, não arromba a porta... Mas, entra para ficar, onde é bem vindo – Lc 24.29;  Mc 2.1;  Ap 3.20

ü A exemplo, me refiro a um crente camponês na Europa antiga, que mudou-se para uma grande cidade.  Igreja que há 40 anos Jesus tentava entrar e  não conseguia.


2.    A PRESENÇA DE DEUS PODE ABENÇOAR O MAIS INDIGNO, O MAIS DESPREZÍVEL

ü Primeiro:  Aqui vemos Deus abençoando um homem de um povo pagão.  Obede-Edom era natural de Gate, a mesma terra do gigante filisteu – Golias.

ü    Segundo:  Obede-Edom morava na margem da estrada que dava para Jerusalém.  Deus nunca esquece àqueles que vivem à margem: da vida, das oportunidades... Os esquecidos....Deus lembra deles – Sl 113

ü Terceiro:  Obede (significa:   escravo)  Edom  (fala de Edom – Edomitas – descendentes de Esaú....povo inimigo de Israel.


3.    A PRESENÇA DE DEUS QUER ABENÇOAR TUA FAMÍLIA

1 Cr 13.14   “Assim, ficou a arca de Deus com a família de Obede-Edom, três meses em sua casa; e o Senhor abençoou a casa de Obede-Edom e tudo quanto tinha.”

ü  A Benção foi em três direções:
Primeiro:  O chefe da casa foi abençoado – Obede-Edom
Segundo: A familia toda foi abençoada
Terceiro: Tudo o que possuíam foi abençoado – Ef 3.20
- Dt 28; Ex 23.25... Ilustr: (O pão não acaba)


4.    A PRESENÇA DE DEUS NA MINHA CASA NOS FARÁ AMAR A CASA DE DEUS

ü Obede-Edom queria estar onde estava a Arca – Ele queria estar onde estava a Presença de Deus.  Obede-Edom não prioriza a Presença de Deus só em sua casa – Mas, vai a Casa de Deus... e é promovido ao segundo escalão...se torna um cooperador....porteiro...que bênção!

1 Cr 15.18   “E com eles a seus irmãos da segunda ordem:  Zacarias, e Bene, e Jaaziel, e Semiramote, e Jeiel, e Uni, e Eliabe, e Benaia, e Maaseias, e Matitias, e Elifeleu, e Micneias, e OBEDE-EDOM, e Jeiel,  os porteiros.


5.    A PRESENÇA DE DEUS NOS FAZ ADORADORES DE VERDADE

1 Cr 15.21  “E Matitias, e Elifeleu, e Micneias, e Obede-Edom, e Jeiel, e Azarias, com harpas sobre Seminite, para esforçar o tom.”

ü Obede-Edom aparece adorando com Harpa...que lindo...se tornou um adorador por excelência.  Um adorador para esforçar o tom.  Estamos precisamos de gente que esforce o tom da adoração.  (crentes que glorificam...que dizem glória a Deus...gente do aleluia...)

ü A Presença de Deus nos constrange a sermos adoradores – Ap 4  (os 24 anciãos – tirando suas coroas...)

ü Quanta gente que vem para o culto – Mas, despreza a Presença do Senhor..........Ilustração: (Um irmão em pé..)


6.    A PRESENÇA DE DEUS NOS FAZ ZELOSOS DA PRESENÇA DE DEUS

1 Cr 15.24   “... e Obede-Edom e Jeías eram porteiros (guardas) da Arca.”




7.    A PRESENÇA DE DEUS NA MINHA VIDA FARÁ QUE EU TENHA UMA DESCENDÊNCIA ABENÇOADA DE CHAMADOS PARA O MINISTÉRIO


1 Cr 26.8   “Todos esses foram dos filhos de Obede-Edom, eles, e seus filhos, e seus irmãos, homens valentes de força para o ministério, por todos, sessenta e dois.”


Pastor Marcos Antonio

Sermão pregado no Culto da Familia
na Assembléia de Deus Ágape
Curitiba - Paraná