quarta-feira, 26 de agosto de 2015

OS PARADOXOS DE DEUS NO SALMO 23



OS PARADOXOS DE DEUS NO SALMO 23                         
Salmo 23.1-6

Introdução:

*   O pensamento chave, a mensagem fundamental do Salmo 23 é a seguinte verdade maravilhosa: Porque o Senhor é meu Pastor, não terei falta de nada.

*   A título de recapitulação: Na última palestra, fizemos 4 observações Sobre a linda confissão de Davi: “O Senhor é meu pastor” :
1ª.) Davi poderia ter escrito:  O Senhor é pastor
2ª.) Davi usou o pronome possessivo de forma correta: “O Senhor é meu pastor”  (amor profundo, comunhão perfeita, dependência e submissão)
3ª.) Um grande número de crentes (fruto de uma falsa teologia) empregam o pronome possessivo de forma errada:     “MEU” no sentido que Deus é meu empregado – Deus é meu ajudante – Deus é o meu servo – Eu mando e Ele faz.  (Tudo errado...)
4ª.) Se você puder grifar na sua Bíblia no v.1 deste Salmo- Duas Palavras chave:   SENHOR  e  PASTOR
-Aqui reside o grande problema da maioria dos crentes:  Querem Deus como Pastor (cuidado e provisão), mas, não o querem como SENHOR (Aquele que manda, que dá ordens, que diz: me obedeça).

*    Hoje, Deus vai nos revelar o Salmo 23 – Como o Salmo dos paradoxos de Deus – PARADOXOS DA VIDA.  Quando falo em Paradoxos de Deus, não estou dizendo que Deus se contradiz pelo contraditório; mas, que Ele usa o contraditório para nos ensinar, para nos fazer crescer, para nos abençoar.

*   Na nossa vida, tão bem descrita no Salmo 23, vemos com muita clareza como o positivo e o negativo andam juntos.  Note como lutas e vitórias se entrelaçam. Note também como mesa preparada e cabeça ungida não nos livra da guerra.

*   Já notou como Deus gosta de trabalhar com coisas que se contradizem.  Você já parou para pensar, que aquilo que para nós é contraditório, paradoxal – no final tem um resultado maravilhoso.   Diante de coisas erradas, diante do contraditório, a gente fica confuso e não entende – Jo 13.7

*   Use o contraditório para crescer e vencer:                                        -Ec 7.14  No dia da prosperidade goza o bem; mas, no dia da adversidade, considera; porque também Deus faz este em oposição àquele, para que o homem nada ache que tenha de vir depois dele.”

- Paulo tirava proveito do contraditório (do dia da adversidade) – 2 Co 6.9,10   “Como desconhecidos, mas sendo bem conhecidos; como morrendo e eis que vivemos; como castigados e não mortos.   Como contristados, mas sempre alegres; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo e possuindo tudo.”

*   Vamos portanto aos PARADOXOS DE DEUS NO SALMO 23 – que traduzem como é a vida de cada um de nós:

1.  TEM BÊNÇÃOS, MAS TEM AFLIÇÕES
*    Amamos o Salmo 23.1; e dizemos com alegria: “O Senhor é meu Pastor, nada me faltará.”     Não me faltará paz, não me faltará o pão, não faltará o teto, não me faltará saúde, não me faltará trabalho, não faltará alegria, não me faltará prosperidade, não me faltará proteção, não faltará provisão.

*   Só que a gente esquece, que a Palavra é abrangente e completa:  Não me faltará aflições (Jo 16.33), não me faltará lutas (Ef 6.10-18), não me faltará ataques do diabo (Jo 10.10), não me faltará perseguições (1 Tm 3.12), não faltará tribulações (At 14.22), não faltará desafios (Is 43.2), etc...

*   O grande problema de nossos crentes, é que se apegam em um texto e esquecem o contexto:  (Exemplos):

- Vamos ler primeiro: Fp 4.13, 19 – Quantos amam estes dois textos... Quem lê isoladamente este dois versículos, pode pensar: Jamais vou ter crise – jamais terei aflições – jamais ficarei doente – jamais sentirei dor – jamais ficarei desempregado – jamais vou passar privações – jamais fracassarei ..... (Tipo Hee man: Eu tenho a força...)

-Mas, vejamos agora o contexto – O mesmo Paulo que fez estas duas declarações poderosíssimas – Ele confessa:                           - Fp 4.11,12

*   O mais importante é sabermos que existem bênçãos de crescimento para nós no contraditório                                           
 – (Ilustração: Pb Miro Vieira ---“O que é que Jesus está inventando para me abençoar...).

*   Ilustração:- O naufrago....e o incêndio de sua cabana...a fumaça o salvou...


2.   TEM MONTES, MAS TEM VALES   (nossa vida é assim...)

*   Monte na Bíblia fala de coisas boas:  Sucesso, vitória, crescimento, conquistas, prosperidade, bênçãos.    Enquanto Vale fala de provação, tribulação, aflição, aperto, problemas, dificuldades, etc...

*   O Salmo 23 não é apenas o Salmo do Monte (Bençãos), é também o Salmo do Vale (lutas e aflições).

*   Deuteronômio 11.8-12   (ler e comentar)

*   O que é que temos no Monte...

1º.) O Cuidado de Deus – Sl 23.1  “O Senhor é meu Pastor, nada me faltará.”
- 1 Pe 5.7 – Existem dois tipos de Cuidado de Deus
- Ilustração: O general no nordeste...provedor

2º.) A Provisão de Deus – Sl 23.2 “Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.”

3º.) A Restauração de DeusSl 23.3  “Refrigera a minha alma”

4º.) A Direção de Deus – Sl 23.3  “...guia-me pelas veredas da justiça por amor de seu Nome.”

*   O Salmo 23 não mostra só o monte da benção – Mas, nos revela o Vale da provaçãoSl 23.4Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte...”

- Primeiro notemos que Davi não chama este vale de Vale da morte... Mas, de vale da sombra da morte  (você não sabe de que lado ela vem).

- Por mais escuro que seja o vale; lembre-se que temos duas bênçãos no vale:

1ª. Benção – A Presença do Senhor   “Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum porque Tu estás comigo...”

2ª. Benção:  O Consolo do Senhor     ...a tua vara e o teu cajado me consolam.”
.a mesma vara que bate no lobo e o afugenta, traz consolo para a ovelha do Senhor.
.É o conforto da Palavra de Deus nas horas mais difíceis da vida  (referências bíblicas que consolam...)

3.  TEM BANQUETE, MAS TEM GUERRA
*   Ao ler o Salmo 23.5encontramos o servo de Deus em um banquete no meio de uma guerra.  Outro paradoxo de Deus – festa no meio de uma batalha. Folguedo no meio da aflição. Alegria no meio da peleja.

*   Você pergunta...”Pode Deus fazer isto....me dar um banquete no meio desta guerra que estou enfrentando....            
 -  Sim, Deus gosta de fazer isto pelos seus filhos  (Exemplos):
    - Fome ao redor, banquete para Elias (1 Rs 17)                           –Fome e miséria ao redor da terra, fartura de pão na casa da viúva de Sarepta (1 Rs 17) comente o milagre.                           
–Não esqueça que Deus não nos abençoa só com anjos – Mc 1.11-13  (Nossa vida é entre feras e anjos)


4.  TEM UNÇÃO, MAS TEM INIMIGOS
Sl 23.5   “Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.”
*   Você já notou que quanto maior é a unção, maiores são dos desafios, maior é a luta, maior é o número de inimigos que se levantam contra nós.   Parece até que Unção traz a reboque os inimigos.
*   Recebemos a Unção não é para entrarmos em uma Dysneilândia espiritual – Mas, somos ungidos para a guerra – 1 Sm 16.13  - Davi é ungido, em seguida Davi enfrenta um rei Saul endemoniado......em seguida Davi enfrenta o gigante Golias.

*   Lições do texto – Sl 23.5
1ª.) Deus preparando um banquete para você – Ct 2.4

2ª.) Deus te ungindo com poder – “unges a minha cabeça com óleo.”
3ª.) Deus fazendo você transbordar de alegria - ...meu cálice transborda.”......................
- Deus que te dar alegria abundanteSl 4.7;  Jo 15.11                  Ilustração: A diferença entre o cheio e o transbordante...                                                                           

5.  TEM MALDADE NO CAMINHO, MAS A BONDADE E MISERICÓRDIA ME SEGUEM
Sl 23.6   “Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida...”
*    Vivemos em um mundo mau e perverso, Corrupto e corruptor.  Pelo caminho, vamos encontrar muita maldade, muita perversidade, muita violência... Mas, podemos fazer a diferença: Que o mundo veja em nós, não maldade, não corrupção, não desonestidade; mas, ver que somos bons e misericordiosos.

*  
  
6.  TEM MUITAS CASAS  NA TERRA, MAS A CASA QUE TEMOS NO CÉU É ETERNA
Sl 23.6   “...e habitarei na Casa do Senhor por longos dias.”
- Descreva a nossa Casa eterna (Ap 21, 22)


Pastor Marcos Antonio